JOGOS
 

The Sims HistÓrias da Vida

A Electronic Arts criou uma nova alternativa para lucrar com o best-seller de Will Wright: trata-se da linha "Histórias", que explora temas específicos dentro do universo dos Sims.

"Histórias" é independente, ou seja, não precisa de qualquer outro "The Sims" para funcionar. Além disso, o jogo é mais leve, não exige instalação no disco rígido e tem o modo de janela como configuração padrão. "Histórias da Vida" da o pontapé inicial e narra as aventuras e desventuras amorosas e sentimentais de dois personagens.

O modo História, o principal do jogo, divide-se em duas partes: a primeira é protagonizada por Rita Najura, recém-chegada à vizinhança de Quatro Estações e que, ao longo de 15 capítulos, desenrola a vida amorosa no ecrã do PC; a outra coloca-te na pele de Brito Mada, um gênio da tecnologia que, por enquanto, não teve sorte no amor.

Em resumo, como podes perceber, o foco de "Histórias da Vida" são os relacionamentos entre os Sims. O formato em que as sagas são contadas lembra uma série, mas, no final de contas, os objectivos são os mesmos já vistos nos "The Sims" de outrora: arranjar um emprego, conhecer pessoas, casar, ter filhos, etc.

Aqueles que já jogaram algum "The Sims", vão rapidamente identificar-se com o modo, mas a verdade é que a linearidade não combina muito com o computador, plataforma na qual o charme da série está justamente na possibilidade se fazer tudo o que bem entender.

Por isso mesmo, e como o modo História não dura muita tempo, o modo Clássico está presente para acrescentar um pouco da liberdade conhecida da série, funcionando nos mesmos moldes de "The Sims 2". O problema é que, em "Histórias da Vida", tudo aparece em menores proporções. A única vizinhança disponível, por exemplo, é justamente a de Quatro Estações, e até mesmo a quantidade de objectos para decorar a casa é mais limitada.

Como o jogo foi desenvolvido através da tecnologia gráfica de "The Sims 2", o visual é parecido, embora não tenha a mesma elaboração. Mas mantém um nível bom para um produto voltado a computadores de menor potência. De qualquer forma, o que é mais vistoso está presente, como efeitos de iluminação, reflexos etc, ainda que as texturas não sejam lá muito perfeitas.

A banda sonora segue o tradicional padrão Simlish da série, o que é uma boa notícia, por si só. Entretanto, se quiseres, podes inserir ficheiros mp3 para reproduzirem durante o jogo.

Para facilitar a jogabilidade de quem joga no portátil, várias acções simples de "The Sims" passam a ter atalhos no teclado, sem exigir tanto o uso do "touch pad". Mesmo os Sims têm uma postura mais activa e não ficam a solicitar sempre a tua intervenção para ir à casa de banho ou para preparar uma refeição, por exemplo.

Conclusão

"The Sims Histórias da Vida" chega a ser um título desnecessário, dada a quantidade de limitações. Os próximos capítulos, que vão abordar animais de estimação e Sims numa ilha tropical deserta, ao menos, parecem ser mais apelativos. Mas fica aqui mais um jogo para os fanáticos da série.

 
Avaliação:
 
Gráficos Som Suporte Gameplay Total
7 8 8 8 8
 
 
Ficha Técnica:
 
Produtor :   Maxis
Editor :   Electronic Arts
Estado :   Dísponivel
Data lançamento :   Fevereiro de 2007
Género / Tema :   Vida Virtual
Conf. mínima :
Proc. 1.4Ghz, 256Mb RAM, Pl. Grá. 32Mb, 2,7Gb HD
Multiplayer :   Não
Direct x :   v9.0c
 
Links:
 

produtor : Maxis

Editor : Electronic Arts

Site oficial : The Sims Histórias da Vida

 
Downloads:
 
 
     
Por: Tiago Morais
Em: 27-03-2007

The Sims HistÓrias da Vida
 
 

ANÚNCIOS

 



 
 
 
  Tutoriais | Fóruns de Discussão | Notícias | Jogos | Dicas | Flash | Downloads | Livros
Gifs Animados | Lojas Online | Publicitar no Truques e Dicas | Contactos